Domingo, 29 de Novembro de 2020 04:46
43 99806-1289
CULTURA TURISMO RELIGIOSO

Atunorpi retoma peregrinação e missão técnica e realiza terceiro trecho da Rota do Rosário

Mapeamento foi de Ribeirão Claro à Siqueira Campos entre 25 e 27 de agosto

24/09/2020 10h08
Por: Redação Portal Ibaiti Fonte: Jivago França/Assessoria Atunorpi
Divulgação
Divulgação

Uma expedição organizada pela Associação Turística do Norte do Paraná (Atunorpi) entre os dias 25 e 27 de agosto, retomou a peregrinação e missão técnica e realizou o terceiro trecho da Rota do Rosário. O percurso foi de Ribeirão Claro à Siqueira Campos.

Os participantes percorreram em média, 30 quilômetros por dia. No dia 25 a peregrinação foi de Ribeirão Claro até Carlópolis. A prefeitura de Carlópolis prestou apoio com lanches e pernoite na cidade.

"Um reconhecimento a Carlópolis que passa a fazer parte do oficialmente do Programa de Anfitriões da Rota do Rosário, como destino turístico, pela sua infraestrutura hoteleira, povo hospitaleiro e patrimônio religioso para receber os futuros peregrinos", destacou o presidente da Atunorpi, Welington Trautwein Bergamaschi.

No segundo dia da peregrinação, a expedição seguiu de Carlópolis até Joaquim Távora, onde a prefeitura local prestou apoio com lanche e pernoite. "Tanto o caminho do primeiro dia, quanto do segundo dia, é bem bonito. Tivemos muitas surpresas legais. É um caminho muito encantador para o peregrino", destacou o consultor da Atunorpi, João Gouveia Cézar do Coletivo Pratique Turismo Regional.

"Neste trajeto também contamos com o apoio da comunidade rural que vibravam ao nos ver passando em frente as suas propriedades, e em alguns casos o Padre Celso Miqueli atendeu a pedidos de bençãos, tivemos muitas paisagens lindas, vales, cantos dos pássaros, e a cada passo se revelava sempre um Norte Pioneiro cheio de belezas naturais, pessoas incríveis e atrativos ainda não explorados", completou João Gouveia.

O terceiro dia da peregrinação e missão técnica pela Rota do Rosário, a expedição percorreu de Joaquim Távora até Siqueira Campos, onde a prefeitura local também prestou apoio com lanche e água por meio da Chefe de Turismo Andressa Alves de Oliveira de Siqueira Campos. "Gratidão pelo empenho e dedicação do Município de Siqueira Campos pela acolhida em nossa equipe e ao saudoso Bar do Mané onde tivemos nosso fechamento com os famosos capotado de frango, pastelzinho de massa de polvilho - típicos de Siqueira Campos - acompanhados da tradicional Gasosa Paranaense uma cortesia do empresário Sr. Edinho do Café Casa Verde", detalhou o presidente da Atunorpi, Welington Bergamaschi.

O trajeto percorrido foi de Ribeirão Claro até Siqueira Campos com passagem por Carlópolis, Joaquim Távora no Santuário Santíssimo Nome de Jesus, Quatiguá, até o Santuário Senhor Bom Jesus da Cana Verde em Siqueira Campos. "Foram inúmeras as surpresas neste trajeto como paisagens lindas, cenários de cinema, em muitos momentos a vista da Represa Xavantes, propriedades rurais, café e queijo meia cura, nos encantaram enquanto revelava um dos percursos mais lindos da Rota do Rosário", destacou João Gouveia.

Agradecemos ao Marcos Nardo representando o Município de Ribeirão Claro e a incrível equipe de Carlópolis, Felipe Salles Secretário de Industria, Comércio e Turismo, Nilton Telles Diretor de Turismo e ao sensacional Prefeito Hiroshi Kubo por apoiarem e tornarem possível a peregrinação por este trecho. Agradecemos também ao município de Joaquim Távora pela acolhida com pernoite e um evento com bate papo sobre a Rota do Rosário, seus desdobramentos e a vocação do Turismo no município, a atuação do Comtur foi extremamente eficaz na organização do apoio de nossa equipe e no sucesso do evento envolvendo as lideranças locais", agradeceu o presidente da Atunorpi, Welington Bergamaschi.

O diretor do departamento de cultura de Joaquim Távora e presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) na cidade, Flavio Cuervo destacou a importância do mapeamento para a região. "Como é um grande projeto, é muito importante fazer o mapeamento, porque é tudo a primeira vez. Tudo que está fazendo nesse momento é de forma pioneira na nossa região aqui. Antes até a década de 90, início dos anos 2000 era muito precária a questão da cultura e turismo aqui nessa região. Havia muitos potenciais turísticos. Acredito que tenha havido pessoas antes de nós que já tentavam mexer com o turismo aqui na região, mas agora acredito e vejo uma luz no fim do túnel, porque agora eu sinto que há uma união", destacou.

Segundo Flávio, o mapeamento é muito importante para o desenvolvimento mais profissional da questão do turismo na região do Norte Pioneiro. "Aqui em Joaquim Távora temos dois principais pontos turísticos que é o Vale da Pirambeira e a Serra da Figueira, que inclusive fazem parte do hino de Joaquim Távora. O Vale da Pirambeira é um cânion, um lugar sensacional, muito lindo, paraíso, com três cachoeiras e se estende até Quatiguá. Infelizmente as cachoeiras da parte de Joaquim Távora se encontram bem poluídas, é uma tristeza. A Serra da Figueira é um lugar muito lindo, uma montanha entre Joaquim Távora e Carlópolis, perto da pedra branca, no vale do sol, lugar de exploração maravilhoso", explicou Flávio.

"A Atunorpi é muito importante por causa disso também. Semana retrasada fez um ano que Joaquim Távora entrou no mapa do turismo nacional e um dos critérios para colocar uma localidade no mapa do turismo nacional é se associando a alguma associação que represente aquela região e foi através desse critério que entramos, pela Atunorpi. Eu sinto que estão havendo bastante ações na questão do turismo", finaliza Cuervo.

O coordenador da Rota do Rosário, o padre Celso Miqueli, destacou a importância do mapeamento para segurança do peregrino que pretende percorrer o trecho. "A diocese está realizando em parceria com a Atunorpi o mapeamento pela Rota do Rosário pelas vias rurais, contemplando obviamente também a interligação dos santuários presentes nos 12 municípios. Toda a rota rural ela abrange perto de 20 municípios, isso para que num futuro breve possa oferecer segurança para o peregrino que deseja percorrer este caminho. O mapeamento é fundamental, porque nisso iremos levantar a vocação do próprio caminho, perceber, identificar e também informar o nível e os pontos, a realidade no que se refere as amenidades e também aos desafios. Não podemos falar faça o caminho, porque depois chega lá, não tem placa, não tem nada nas encruzilhadas", detalhou Miqueli.

Ainda segundo o padre Celso, com o mapeamento é possível perceber o que há no caminho para oferecer melhores condições ao peregrino. "É importante porque esse caminho é digno de ser percorrido, visto que o peregrino ele se deparara com lindos cenários, desde de as igrejas, as montanhas, vales, planícies, santuários, paisagens exuberantes, por isso é importante fazermos o mapeamento para que a pessoa faça o caminho proposto e não se perca entre tantas outras estradinhas que vão aparecendo no caminho. Nós estamos experimentando e vivenciando o que se encontra no caminho Rota do Rosário e também a Atunorpi e outros profissionais de interesse para que este caminho realmente seja vocacionado, para que a pessoa possa ter essa experiencia consigo mesmo, com o próximo, com a natureza e sobretudo com o Criador", finalizou Celso Miqueli.

Já a Chefe de Turismo de Siqueira Campos, Andressa Alves de Oliveira, classifica o mapeamento como importantíssimo para ajudar expandir outras áreas turísticas da região. "Eu acredito que a Rota do Rosário é de extrema importância para o turismo no Estado todo, e trará grande movimento para a nossa região. Através dela, os outros ramos do turismo irão se expandir também e a região só tem a ganhar. O trabalho que a Atunorpi tem feito, de um modo geral pela rota, é ótimo. A peregrinação e mapeamento da rota então, é excelente. Através desse mapeamento o turista vai ter uma informação completa do trajeto, vai poder se organizar melhor para cumprir essa Rota de fé, que lhe trará emoção, além de conhecer os nossos lugares lindos", destacou.

O secretário de indústria, comércio, turismo e serviços de Carlópolis, Felipe Salles Coelho também comentou a ação. "A Atunorpi tem um papel fundamental não só nessa etapa, mas como a estruturação de todo o turismo do Norte pioneiro. Nós só estamos evoluindo tanto graças a Atunorpi. A Rota do Rosário é um projeto grandioso que vai beneficiar muitas cidades do norte pioneiro incluindo Carlópolis que entrou como ponto de apoio turístico graças a Atunorpi que viu o potencial que nossa cidade possui", destacou.

Ibaiti - PR
Atualizado às 04h40 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 35°

20° Sensação
2 km/h Vento
90% Umidade do ar
67% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 35°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (01/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 36°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.